Luz Negra

LUZ NEGRA

Exposição
30.07.2015 - 12.09.2015

Em “Luz Negra”, os artistas Pablo Ferretti e Rafael Pérez Evans confrontam práticas pictóricas que transitam entre a abstração e o figurativo, partindo das relações entre história e memória individual, entre superfície e profundidade. Em um exercício de arqueologia subjetiva e coletiva, ambos lançam luz sobre aquilo que Giorgio Agamben chama de “a escuridão do presente”.

Sobre os artistas

RAFAEL PEREZ EVANS é um artista espanhol/britânico que vive e trabalha no Rio de Janeiro. Formado em Belas Artes pela Universidade Goldsmiths de Londres, seus trabalhos já foram exibidos no México, Estados Unidos, Londres, Berlim, Madrid e São Paulo. Explorando a pesquisa etnográfica na sua prática, Rafael lida com histórias locais e coletivas, que irão resultar em instalações de técnica mista, sobre as quais incidem fotografia, mobiliário, vídeo, pinturas abstratas e imagens coletadas. Esta reunião de elementos díspares visa produzir uma nova confusão nas histórias e possíveis problemas inerentes à sua leitura. Algumas obras em vídeo e outras ações ativam um exercício de rastreamento, algo como seguir os passos, cavar a informação. A arte como arqueologia.

PABLO FERRETTI é um artista gaúcho que vive e trabalha no Rio de Janeiro. Sua pesquisa em pintura trabalha com questões de acúmulo e suspensão, controle e impermanência. Graduado em pintura pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS (2001), com Mestrado em Pintura pelo Royal College of Art, Londres, Inglaterra (2006-08). Em 2008, ganha bolsa anual para desenvolvimento do trabalho pelo Ridley Scott Associates, RSA Films Artist in Residence. Indicado em 2012 a Destaque em Pintura no VI Prêmio Açorianos de Artes Plásticas, em Porto Alegre, RS. Em 2014, é indicado ao Prêmio Investidor Profissional de Arte – PIPA.

Galeria de fotos