flyerporta

Gazua #947

Exposição
28.10.2015 - 13.11.2015

Em 28 de outubro de 2015, Gazua #947 foi aberta ao público como a primeira ação expositiva da plataforma Gazua*, reunindo os trabalhos dos artistas Andrew de FreitasRicardo Càstro e do coletivo Opavivará. A exposição prosseguiu até o dia 13 de novedmbro.

Sobre os artistas

ANDREW DE FREITAS frequentemente utiliza variadas ferramentas e processos de produção de forma a explorar as peculiaridades da experiência cotidiana. Seus trabalhos reconfiguram materiais e situações pré-existentes, alterando a familiaridade que temos com objetos do dia a dia. O artista estudou arte e filosofia em sua cidade natal, Auckland, bem como no Canadá e em Frankfurt am Main, como aluno de Simon Starling e Peter Fischli. Atualmente vive e trabalha no Rio de Janeiro, onde participa do Programa Capacete.

www.andrewdefreitas.com

OPAVIVARÁ é um coletivo carioca formado em 2005. O grupo cria dispositivos que proporcionam experiências coletivas e ações em locais públicos, galerias e instituições culturais, propondo inversões dos modos de ocupação dos espaços urbanos. Opavipará participa ativamente no panorama das artes contemporâneas no país e no exterior.

www.opavivara.com.br

RICARDO CÀSTRO é artista visual, performer e criador da Arte Abravanada. Atua como pesquisador na relação corpo-espaço e atualmente se dedica à realização de obras abertas à participação do público. Através de instalações, vídeos, performances e objetos, Ricardo Càstro propõe o deslocamento do indivíduo que se abre a novos espaços mentais e ao redesenho de um pensamento livre. Ideias de magia, ciclo, morte e renascimento estão presentes na produção do artista. Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Mackenzie (São Paulo, 1995), com especialização em Artes Visuais pela Fundação Armando Álvares Penteado – FAAP (São Paulo, 2000), Ricardo vive e trabalha entre São Paulo e Rio de Janeiro.

www.abravana.com


Mais informações

www.gazua.net
www.facebook.com/gazua.net

 

Galeria de fotos

 

* Gazua é o termo que designa uma ferramenta qualquer que tenha por função abrir fechaduras e cadeados. Gazua surge como uma plataforma que reúne artistas e pessoas envolvidas em outras áreas de produção. O objetivo é promover o rápido acesso a espaços de exposições e espaços não convencionais no Rio de Janeiro, bem como desenvolver formas de materializar projetos variados. Os artistas que compõem Gazua – Anton Steenbock, Pablo Ferretti e  Rafael Perez Evans – têm ateliês na Despina, que serve como base para a elaboração e realização de propostas.